mais uma vez carnaval. veio e foi igual vendaval. do meu equilíbrio, fez excesso e me lambuzei. como, senhor, eu gostei. e gosto… dos gostos sabores amores por onde passei… não me enclausurei. os cheiros as peles as penas e lembranças moram no peito e pra Terra, me entrego. completo inteiro e certo de que posso ir e vir quando quiser. sou éter sou ar sou fogo sou água terra e mar. navego-me incessantemente. afogo-me em alguns repentes me entrego e minha terra venero. esfrego lambuzo me sujo e abuso do que posso ser. Sou… o que eu quiser e como vier, conheço-me o inconsciente que dita impulsos prazer. Algoritmos que me distorcem intenções chegam à superfície e me faço controle em total descontrole do fluxo inerente ao ser. Observações. Amo sorrio sofro choro peco amo transcendo não julgo… gozo a entrega aos prazeres do toque, da conexão, que une corpos e também corações.

qualquer julgamento é em vão.

Paz

Paz

Paz

Felipe Abras

Para conhecer um pouco do trabalho que faço com Geometria Multidimensional, clique no link: felipeabras.com/canalizacao-geometria-sagrada

Se você se interessa por massagens terapêuticas e energéticas, confira o trabalho que faço com massagem xamânica: https://felipeabras.com/lomi-lomi-massagem-havaiana/

Saudações